out
25
2013

Mensagem do Exu Sete Estradas

O Senhor Ogum nos rege, controla os caminhos, as estradas, as encruzilhadas. Ele é a Lei, a Ordem, e vem dele o comando para a aplicação da Lei Divina. Como executar a Lei, como ser um executor da Lei de Deus sem agir pela Lei?

Como aplicar, executar a Lei a Ordem emanada sem ter Oxalá para nos fazer aplicar a Fé nos caídos, nos ignorantes que erraram e devem pagar por seus erros, suas ilusões?

Como aplicar a Lei sem Oxossi a nos emprestar seu conhecimento, sua expansão, como aplicá-la sem termos a objetividade de Oxossi?

A Lei ao ser devidamente aplicada é preciso que a apliquemos com o amor que Oxum nos ensina a ter pelos nossos irmãos caídos, afinal quem jamais caiu, enfim se não fosse a Senhora Oxum seríamos apenas carniceiros e não corretos aplicadores da Lei Divina.

Ora, o que falar da correta aplicação, da correta e justa execução de uma ordem se não tivéssemos os ensinamentos racionalizados, o equilíbrio e principalmente o senso de justiça do Senhor das pedreiras, do fogo sagrado, do Senhor Xangô.

Como faríamos para que ao aplicarmos as Leis Divinas não ensinássemos as passagens evolutivas, a cura do espírito caído se não tivéssemos em nosso caminho, ao nosso lado a nos irradiar Pai Obaluaê?

Acolheríamos com o cumprimento do que nos foi ordenado a executar sem a Senhora Iemanjá? Afinal nem todos sobem, alguns ficam a nos ajudar na árdua tarefa de aplicar a Lei.

Como renovar a fé, o conhecimento, o amor, o senso de justiça, a trilha do conhecimento sem o Senhor do Arco íris, Oxumaré?

Como esgotar o fanatismo, aplacar demandas atemporais sem a presença de Oyá?

Como faríamos para que tudo que é aplicado pela Lei, firme e concentrado ficasse se não tivéssemos ao nosso lado a Senhora Obá?

Ora, como decantar as maldades que fizeram os caídos que a nós chegam, como separar o erro praticado do que é certo se não tivéssemos ao nosso lado a nos ensinar a Senhora Nanã Buroquê?

Como poderíamos lutar e acabar o que nos é solicitado pela Lei Divina sem o fogo que consome o que não deve ficar no espírito do ser humano se não tivéssemos Egunitá?

Ora, como ter direção, ou melhor, direcionar o que foi ordenado sem os ventos e as tempestades de Iansã?

Por fim, como aplicarmos a Lei corretamente e sabermos quem é merecedor de seguir e ser ajudado, ou aquele que é trevoso e deve ser ceifado sem a presença ao nosso lado do Senhor da Morte, nosso Pai Omulu?

O Criador coloca cada Orixá cuidando, regendo, sendo responsável por uma linha de trabalho de nossa querida Umbanda. Mas ao mesmo tempo coloca suas demais irradiações, seus demais Orixás para junto com o regente trabalhar e fornecer sua ajuda, assim todos se tornam um, um de Umbanda.

Que Ogum permita que seus caminhos sejam preservados abertos. Do nosso lado estaremos sempre a ajudá-los sejam nas encruzilhadas das estradas ou do campo santo, seja nas matas, nos campos, nas cachoeiras, nas pedreiras, fazendo uso do que nos é enviado para proteger aqueles que em prol da Lei, da Fé, da Evolução, do Amor, do Conhecimento, da Criatividade estiver.

Afinal, não nos chamam de Exus, guardiões à toa, pois guardamos a Lei e a Justiça Divina para aplicá-la corretamente.

Laroyê a todos.

 

√ POR EXU SETE ESTRADAS

Psicografado em 29/05/2013, pelo médium Fabio da Tenda Caboclo Pena Branca e Pai Obaluaê.

 

Related Posts

Sobre o autor: Umbanda No Peito

Umbanda No Peito - Somos uma loja virtual de moda e acessórios 100% umbandistas (www.umbandanopeito.com.br) e surgimos com a intenção em disseminar a religião de Umbanda através de nossos produtos, textos, vídeos. A Umbanda nos faz bem, gostamos de ser e estar na Umbanda porque ela nos completa. Estampar e falar sobre a Umbanda é, ao mesmo tempo, agradecer todas as coisas boas da vida. Saravá Umbanda, Axé !

Deixe um comentário

error: Obrigado pela visita :)