jun
18
2013

Meu Pai Preto

Calmo, de fala mansa , cachimbo a boca , no seu banquinho ouve os lamentos. De arruda na mão benze seus filhos , que aflitos ganham a benção do Pai Preto. Quantas vezes fui no terreiro com o coração apertado ouvir suas palavras de amor ? Falar com o Pai Preto é sentir o amor, amor com sabedoria, amor com verdade,

Sentir o amor sem motivos, apenas amor…

Quantas vezes minha visão foi ofuscada pela fumaça de seu cachimbo e quantas vezes igual enxerguei meu caminho ?

Nunca espere de um Pai Preto a solução dos problemas, nunca terás menos que amor, menos que o conforto necessário para seguir.

Falar com os “velhos” da Umbanda é um privilegio, é aprender com poucas palavras, é sentir o amor verdadeiro de um pai.

Salve os Pretos-Velhos, salve a arruda e a guiné , salve meu Pai Preto.

√ POR FABIANO ZAPPALA

Related Posts

Sobre o autor: Umbanda No Peito

Umbanda No Peito - Somos uma loja virtual de moda e acessórios 100% umbandistas (www.umbandanopeito.com.br) e surgimos com a intenção em disseminar a religião de Umbanda através de nossos produtos, textos, vídeos. A Umbanda nos faz bem, gostamos de ser e estar na Umbanda porque ela nos completa. Estampar e falar sobre a Umbanda é, ao mesmo tempo, agradecer todas as coisas boas da vida. Saravá Umbanda, Axé !

Deixe um comentário

error: Obrigado pela visita :)